Resenha do Livro Marketing Contábil – Michele


Nesse artigo estou publicando a resenha do livro de marketing contábil recebida pela  Michelle de Assis

 

Título: Marketing Contábil , uma Receita de Sucesso

Livro : Marketing Contábil – Estratégias de Marketing para Empresas Contábeis (Anderson Hernandes) – 2010

 

 

Anderson Hernandes ,empresário contábil há mais de 16 anos,graduado ,autor de 05 livros , palestrante reconhecido e atuante com mais de 30 temas que variam entre Marketing Contábil e Adoção de Crianças ,atual diretor comercial de uma empresa de gestão contábil e tributária e certificada pela ISO 9001:2008.

 

O livro de 108 páginas inicia-se com agradecimento do autor à sua família , honras feitas , Hernandes explana o motivo que o fez escrever sobre o tema ,que nada mais é do que a carência do assunto específico que será tratado na obra , algo incomum para leigos e profissionais de marketing e tema que tem muito a acrescentar aos profissionais contabilistas .

 

Sua introdução demonstra a inovação do mercado e a procura do cliente por um serviço especializado. O capítulo “Os serviços profissionais contábeis e o marketing ” inicia-se intensificando a afirmação de que no mercado literário não há livros que tratam do assunto profundamente. Também relata que as graduações por si só não são suficientes para o sucesso na área contábil.

Existe a necessidade da junção entre as duas áreas :Marketing e Contabilidade.

 

O marketing específico para esse serviço , principalmente o de contabilidade é expresso inovadoramente , denota um produto tangível conforme capítulo 2 “Vendendo seus serviços contábeis” .O serviço não é vendido por si só ,mas sua imagem o torna uma mercadoria. Hernandes demonstra que qualquer serviço ou produto é algo que cria expectativas e quando isso não é alcançado ,obviamente causa insatisfação ou/e decepção. Faz com que percebamos através de exemplos simples com o cliente se sente , nos colocando num papel de consumidores.

Você pode educar seu cliente ? o livro de Anderson diz que sim e estabelece regras para que isso tenha o maximo de aproveitamento.

Depois de tanta inovação , a dica de Hernandes é sobre um software de relacionamento com o cliente:Customer Relationship Management (Gestão de

Relacionamento com o Cliente).

Mantenha o histórico de atendimento de seu cliente e verificará se as reclamações são mesmo procedentes , na maioria dos casos não é , conforme afirmação do autor.

O tema Feedback , nosso tão bem conhecido “retorno”não poderia faltar na receita do sucesso de Anderson , esse carro chefe , continua sendo um item de grande peso para satisfação do cliente. “mais de 2/3 das reclamações de clientes são oriundas da falta de feedback. “ p. 45. Caso sua empresa não tenha esse hábito, cultive-o.

“Divulgando seus serviços contábeis” é a próxima pauta abordada pelo livro , ela traz o principal ingrediente para a divulgação de seus serviços : escolher o público-alvo,“Esse é um dos motivos pelos quais muitas campanhas de

marketing contábil não dão certo. Elas são elaboradas sem que se pense primeiro qual é o público-alvo a atingir” p.50, após decidido abre-se o leque de opções , o autor dá dicas com diversas faixas de comprometimento de seu

orçamento.No que trata do papel do departamento de marketing “as pessoas têm uma visão distorcida sobre marketing.

Muitas confundem marketing com vendas, mas marketing não significa vendas” p.56. Ele ficará responsável pelo contato com o cliente e pela definição da estratégia que será abordada com o cliente.

Anderson dá uma dica muito especial aos colegas contabilistas , quando capítulo “O Departamento de Marketing Projetando a “Fábrica” de Serviços Contábeis” diz respeito ao ambiente físico da elaboração dos trabalhos ,Invista o máximo no palco dos seus serviços, empresas estruturadas contratam serviços estruturados p.59. Cores , móveis e equipamentos, projetam o reflexo de sua empresa e de seus “produtos”.

O perfil do cliente contábil mudou, o cliente tornou-se mais informado , o acesso à internet entrega as informações que ele necessita rapidamente , não é um conhecimento aprofundado ,conforme palavras do autor”.

Não se engane, o cliente contábil está muito mais Informado do que você pode imaginar” p.70, portanto ,deve-se estudar o grau de “bagagem” que o cliente possui e traçar estratégias para o sucesso do negócio.

Por fim Anderson passa a receita para o sucesso : um prato rápido para o profissional de marketing em 3 passos: DEFINIÇÃO DO PÚBLICO-ALVO E OBJETIVOS ,ESTRATÉGIAS DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

e MENSURAÇÃO DE RESULTADOS .

As considerações finais do livro relata o desafio de repassar essas informações ao profissional contábil e explicita que o objetivo foi demonstrar o lado prático do feito .

O apelo é feito na conclusão de sua obra que transcrevo na íntegra a seguir : “Por fim, não poderia deixar de mencionar que a classe contábil merece um

reconhecimento ímpar por todo o trabalho que realiza em prol da sociedade.

O marketing contábil é uma ferramenta que pode ajudar nesse reconhecimento, portanto invista nisso.”

 

Como eu disse inicialmente é um livro que traz inovações ao público leigo e agrega muito aos profissionais.

 

Michelle de Assis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.