Entenda como o Fabrício Salvaterra reverteu a situação e venceu seus medos pessoais para determinar que o futuro do seu negócio dependa do seu esforço e dedicação para ter sucesso

VIRADA DE CHAVE PARA MELHORAR A COMUNICAÇÃO DA EMPRESA

A vida de ninguém é um mar de rosas no âmbito pessoal e muito menos no profissional e por isso destacamos a importância de dividir a experiência de pessoas que passaram por momentos ruins e hoje se encontram numa situação melhor.

Estive recentemente com o Fabrício Salvaterra do FAS Group Contabilidade, falando um pouco da sua jornada e produzimos este conteúdo super legal para vocês!

Fabricio diz: o que importa não é o quanto você aguenta bater, e sim o quanto aguenta apanhar e seguir em frente.

Essa é uma premissa: a vida vai te dar muita porrada, você vai apanhar bastante mas tem que ser resiliente, tem que estar firme para seguir em frente nos seus propósitos.

A superação de desafios

Fabrício gravou um podcast conosco e isso por si só é uma superação.

Ele teve oportunidade de participar da nossa imersão de vídeos para começar a produzir conteúdos e teve que vencer alguns aspectos de ordem pessoal.

O que ele venceu?

Parece brincadeira, pois hoje ele gosta muito de se comunicar, mas ele era gago na infância e também durante a adolescência.

imagem que represente profissional com timidez e inseguro
Sua dificuldade era tão grande ao ponto de não conseguir falar o próprio nome

Ele tinha dificuldade e sofria bullying dentro das escolas.

Esse era um fator limitante para ele em tudo na questão de relacionamento e interação com as outras pessoas, isto porque, uma simples apresentação (ele se apresentar para as pessoas) o deixava em pânico.

Quando ele tinha que fazer um evento, mandava outra pessoa no seu lugar, pois tinha dificuldade de falar e tinha medo.

Mas, ele sempre quis vencer esse desafio, que talvez tenha sido um dos maiores da vida dele.

A importância da comunicação

Ele sempre quis ser um comunicador e reconhece que a qualidade dos seus primeiros vídeos eram péssimos, mas ele foi evoluindo para construir resultados na contabilidade.

Além do nosso curso de vídeos, ele fez outros cursos que abriram novos horizontes nesse sentido, e ainda sim, continua estudando e evoluindo a sua comunicação.

A comunicação é fundamental para qualquer relacionamento humano.

imagem que represente comunicação entre profissionais
Quanto melhor você se comunicar melhor serão os seus resultados

Fabrício começou com a gagueira desde a infância, e ele tem o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), isso significa que tem um déficit de atenção hiperativo.

Sempre teve a ansiedade de falar e a fala acaba não saindo, e em momentos mais tensos isso piorava muito.

Hoje ele sabe se controlar, sabendo como falar.

O momento que ele venceu a gagueira

Ele sempre quis ser um palestrante e queria ser um professor, mas para isso entendeu que precisava de coragem para se superar, mas tinha muito medo do julgamento dos outros.

Quando ele começou a enxergar o mundo digital, viu que aquilo era promissor para o futuro.

Entendeu que naquele momento, mais do que nunca, precisaria se superar e o que ajudou muito foi a terapia, ele foi se testando e se superando com a câmera.

Todos estamos muito preocupados com o julgamento das pessoas, mas a partir do momento em que ele passou a entender que isso era o que menos importava e se caso errasse não era um problema dele e sim de quem estava ouvindo, conseguiu ver tudo de outra forma!

Entendeu num treinamento que para ter sucesso deve arriscar e estar o tempo todo fora da sua zona de conforto.

Essa foi uma superação fundamental para que ele conseguisse fazer vídeos, participar de eventos e etc.

A jornada do profissional na contabilidade

Fabrício está na contabilidade de 1996, vamos a seguir contar sobre a jornada dele, acompanhe!

Quando começou sua carreira, o pai tinha desfeito uma sociedade de mais de 35 anos e buscando ajudá-lo neste sentido, ele começou a fazer ensino técnico em contabilidade.

Em 1996 o pai começou o escritório do zero, mas como ele tinha montado a primeira empresa contábil da cidade e possuía muito conhecimento, nos primeiros meses eles já tinham uma boa carteira de clientes.

O pai dele ficou na empresa até 2009, e depois disso Fabrício conduziu o negócio.

Vida pessoal e profissional

Quando ele assumiu a empresa do pai, ela tinha 9 funcionários e hoje já passam dos 30.

Ele me contou que já chegou a ter 60 colaboradores, mas o pico foi em 2018 e depois caiu.

Isso porque ele passou por um rompimento na vida pessoal, e com certeza isso interferiu e influenciou no profissional.

Ele se divorciou e passou por momentos muito complicados, tentou inclusive tirar a própria vida.

Os pais reergueram ele depois desse momento do divórcio e hoje ele diz que se você quer viver o seu propósito, tem que passar pelo processo, e o processo é doloroso.

Diferença entre ser feliz e ser realizado

Todo mundo procura ser feliz o tempo todo, isso é impossível, felicidade são lampejos.

Agora, sentir-se realizado é diferente, isto porque estamos realizados apesar dos desafios diários que todos temos.

Decisões, conflitos e desafios teremos todos os dias. Porém a cabeça precisa entender que os fracassos e as derrotas fazem parte do dia a dia.

Vale muito a pena viver sem julgamentos, a sua vida e seu propósito.

Hoje Fabrício já está com outra pessoa novamente e está muito feliz.

Conheceu sua companheira no meio da pandemia, através de um aplicativo e hoje eles trabalham juntos, dividindo o dia a dia e os objetivos.

Invista na comunicação visual

Fabrício sempre trabalhou muito essa questão da comunicação visual, 

O quanto isso é importante para o empresário contábil?

Muitas vezes o contador não considera isso tão importante, mas é fundamental para qualquer empresa ter uma identidade visual, não adianta ser bom e não parecer bom.

O investimento na identidade visual e no marketing contábil faz toda diferença.

Além disso, o trabalho visual ajuda muito na questão da prospecção.

imagem que represente gravação de podcast entre Anderson e Fabricio
Fabrício destaca a importância de começar investindo na sua marca, mesmo que seja um valor baixo, tenha uma boa identidade visual

Apesar de ter uma operação de Lucro Real que demanda muita responsabilidade, ele hoje não está na operação e ele diz que é muito importante diferenciar o operacional de execução e operacional de gestão.

A gestão operacional é aceitável que aconteça, mas hoje temos muitos contadores fazendo o serviço.

Para quem quer entrar no mercado de lucro real, que é fundamental dominar?

Ter conhecimento técnico.

O Lucro Real é uma operação muito complexa, pois ela mostra resultados.

Primeiro precisa captar o cliente com mindset virado para isso, a estrutura é outra, os profissionais  e o ticket é outro.

Fabrício diz que entende que o descanso é importante, e procura sempre pontos de aliviar a tensão.

Seja alguém melhor para você mesmo

Depois de todos os desafios apresentados, perguntei para ele que tipo de aprendizados carrega para a vida e ele diz que sempre pensou em ser uma pessoa melhor a cada dia, e acredita que ser melhor era ser melhor para os outros.

A grande virada de chave foi quando entendeu que teria que ser uma pessoa melhor para ele mesmo, sendo assim, naturalmente influencia as pessoas à sua volta.

Não há como construir nada sem destruir, a sua vida é uma construção constante.

Fabrício dá muito valor à questão humana e continua buscando a melhora neste sentido diariamente.

Você acha que está numa sala fechada sem saída?

Fabrício disse: “Eu estive aí, parecia que tudo ia dar errado, e o conselho que tenho é: confie no processo.”

Se é o que você quer, não desista.

Não existe viver o propósito sem aprender para viver.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Inscreva-se
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

CADASTRE-SE E RECEBA

E-book Marketing Contábil 2.0 e o E-book 41 Técnicas de Negociação para Contadores