A importância do marketing pessoal

Em entrevista concedida para o site SalarioBR Anderson Hernandes fala sobre a importância do Marketing Pessoal baseado no sue treinamento em DVDs e Livro "O Poder da Marca Pessoal na Vida e nos Negócios:

 

Você sabia que 87% da “empregabilidade” de um profissional depende de fatores comportamentais? Atitude, relacionamento e imagem profissional estão no topo da lista dos requisitos mais cotados para um bom profissional, como informa Anderson Hernandes, palestrante e escritor de sete livros, entre eles “O Poder da Marca Pessoal nos Negócios”.

Em entrevista ao Salário BR, Hernandes revela quais são os benefícios de se ter um bom marketing pessoal. Acompanhe:

Quais são os benefícios de ter um bom marketing pessoal?

As oportunidades profissionais estão diretamente ligadas à imagem profissional. Hoje, não se trata apenas de ter qualificação profissional, mas de ter um marketing pessoal que potencialize suas qualidades profissionais.

Qual a importância do marketing pessoal para conquistar um novo emprego e para conquistar novas posições no mercado?

A imagem é decisiva para o sucesso, tanto na recolocação quanto na ascensão. A marca pessoal é o DNA de um profissional e quando ela é bem valorizada os resultados também serão evidentes. No processo de escolha profissional, quando os profissionais têm a mesma instrução, mesmas universidades, o marketing pessoal vai ajudar um profissional a se diferenciar no mercado. Nesse caso, um currículo bem elaborado já é uma porta de oportunidade. A entrevista deve merecer atenção especial do candidato.

Dê dicas de como se comportar e do que não deve ser feito:

Novo emprego e entrevistas:

– Não usar roupas que não condizem com o cargo pretendido;

– Não fazer comentários depreciativos da empresa e colegas anteriores;

– Não usar vocabulário vulgar;

– Não responder às perguntas comportamentais do entrevistado com respostas baseadas em suposições, afinal ele quer identificar o seu comportamento nesse momento;

– Não menosprezar a importância de expressar suas ideias com clareza.

Para a sua carreira:

– Não postar imagens e textos que denigram o seu marketing pessoal nas redes sociais, você está sempre sendo observado;

– Não impor suas ideias como se você sempre estivesse certo em tudo;

– Não diminuir seus liderados;

– Não abusar de bebidas em eventos sociais promovidos pela empresa;

– Não desrespeitar seus pares;

– Não esquecer-se que você se vende um pouco a cada dia;

– Não deixar de reconhecer quando estiver errado e pedir desculpas.

O marketing pessoal é essencial para o networking?

Os resultados do networking são diferenciados, por isso é fundamental que o profissional invista na sua rede. A credibilidade está ligada à marca e ao marketing pessoal, por isso não deixe de investir. Quando se trata de networking, cabe lembrar que sempre é mais proveitoso doar-se para a rede do que esperar apenas tirar proveito, portanto não deixe de oferecer ajuda, compartilhar conhecimento e investir em moedas de trocas futuras.

O marketing pessoal engloba somente questões relacionadas à aparência?

Não. E isso é um grande erro, pois muitos investem na aparência, mas esquecem que o comportamento está diretamente ligado ao marketing pessoal. Posso destacar que não basta ter boa aparência se você não souber transmitir suas ideias, e se relacionar bem, ter credibilidade, saber lidar com adversidades, jogo de cintura, vender a si mesmo e outras qualidades ligadas ao marketing pessoal.

É possível vender a imagem sem perder a discrição?

Com inteligência você pode “fazer a venda sem vender”. O que isso significa? Significa que você precisa se vender sem ficar se oferecendo. Em vez de pedir uma oportunidade é bem melhor mostrar que tem capacidade para ela, fazer a outra parte se sentir atraída pela sua pessoa e dar condições para que ela mesma solicite uma proposta da sua parte. As marcas empresariais atraem seus clientes com estratégia de marketing e essa atração gera a venda. O marketing pessoal é voltado para andar junto com o processo de venda pessoal, por isso se promova sem se oferecer.

Um bom currículo vale pouco diante de um marketing pessoal fraco?

Um bom currículo é importante e vale muito, sim, mas eu diria que o marketing pessoal será o diferencial. Entre dois bons currículos, aquele que tiver o melhor marketing vai se sobressair. Mas, não se pode deixar de lado o investimento na qualificação técnica, afinal são duas vias que complementam uma a outra.

Pessoas tímidas podem desenvolver o marketing pessoal?

Vale sempre a pena investir na desenvoltura. Recomendo sempre que o profissional faça um curso de oratória, teatro para amadores, atividades que necessitem de comunicação em público com o objetivo de se soltar. A terapia pessoal pode ajudar. Hoje está em voga o uso do coaching profissional, o que também pode ser de ajuda. Você não será necessariamente um palestrante, mas poderá melhorar muito a timidez.





Redação Salário BR

Cadastre-se e receba informações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.