COMEÇANDO A LEVAR SUA EMPRESA CONTÁBIL PARA OS PRÓXIMOS NÍVEIS

Com a intenção de levar conhecimento para mais contadores e colaborar com o crescimento de cada um, criei uma escola de negócios que recebe mensalmente dezenas de empreendedores em busca de conhecimento.

Sempre que é possível, converso com meus alunos e alunas e tento colaborar, muitas vezes as dificuldades que os alunos apresentam podem ser a mesmas dificuldades do meu público que me acompanha de longe e gosto de compartilhar com todos.

O conteúdo a seguir vai ajudar a você empreendedor a levar a sua empresa contábil para os próximos níveis.

Estive com a Viviane Araujo, que tem um escritório de contabilidade no Interior de São Paulo, ela está no mercado há quatro anos.

No conteúdo de hoje vamos abordar sobre qual o maior desafio que ela vê nessa trajetória de quatro anos:

Segundo ela, os maiores desafios são: gestão da equipe e como escalar o negócio na contabilidade.

Atualmente, ela tem 5 colaboradores na sua equipe, esse time atende a 54 clientes e na opinião dela é possível escalar mais e estão buscando isso.

Para expandir, ela está buscando entender a implantação de processos e como melhorar a gestão de pessoas dentro da empresa.

O foco dela é escalar esse negócio para expandir mais a sua carteira, porque o mercado é bem amplo.

imagem de mulher empreendedora pensativa
A dificuldade que os empreendedores encontram para novos clientes

Segundo ela, a dificuldade maior é entender o marketing, entender a necessidade do cliente e o que o cliente precisa, só assim é possível auxiliar o cliente de fato. E como fazer essa gestão de marketing dentro do escritório.

A Viviane salienta um ponto importante, ela observa que ao ficar dentro do escritório todos os dias entregando guias e obrigações, acaba atrapalhando no processo de marketing.

Essa é uma situação comum, os gestores ficam contaminados com a operação, e assim como ela, não tem tempo para expandir, desenvolver o marketing e entender a dor do cliente.

imagem que represente mulher sem sócio, tomada de decisão
Cuidar do marketing em dobro quando não há sócios

Primeiramente, pensando na questão de iniciar o marketing, tudo é uma cadeia. Se ela não tiver um fluxo de entrada de clientes, não vai conseguir que a operação tenha uma performance melhor. É preciso trabalhar a questão do marketing.

Sem a entrada de clientes, o negócio dela e de qualquer outra pessoa, fica com a sobrevivência comprometida.

Para quem está numa situação como a dela, empreendendo sozinha, “tocar” o escritório e fazer o marketing não tem muito segredo: programe-se para dedicar parte do tempo para fazer o marketing.

Costumo recomendar que do tempo total que você dedica ao seu negócio diariamente, o ideal é que 20% seja para começar a testar coisas em marketing.

Colocar em prática o conhecimento

Ela esteve em nossa imersão de marketing contábil e todo o conteúdo que ela teve acesso traz inúmeras possibilidades, é necessário que ela escolha algumas e teste no seu negócio, para entender o que realmente faz sentido, além disso, é essencial que o público para qual ela vai falar seja definido.

Isso porque, as pessoas irão se conectar com uma estratégia de acordo com suas características.

Se ela vai falar para um público mais digital, mais tecnológico, obviamente ela tem que focar mais em estratégias que estão alinhadas com isso e assim por diante.

imagem que represente target
Ao definir qual o seu público, coloque em prática sua estratégia

É importante definir o público para poder vivenciar a sua “rotina”, entender o que ele de fato precisa e o que você pode levar para acrescentar valor a ele.

Se for possível, é importante fazer esse processo contando com algum influenciador, não necessariamente um influenciador digital, prefira um influenciador daquele público diretamente, assim terá mais ganhos.

Você precisa construir isso, escolher duas ou três ações diferentes e começar a testar.

Dessas ações, supondo que sejam três, duas não darão certo, uma vai performar mais e assim você começar a fazer um processo de construção em cima dessa estratégia.

Geralmente, uma empresa começa dedicando 20% do seu tempo para a aquisição de clientes, quando começa a performar, é comum que aumente o tempo dedicado à aquisição e coloque mais pessoas para dar o suporte necessário em outras pontas da operação.

imagem que represente dados, gráficos
Não existe milagre do marketing, não existe uma fórmula pronta, o que existe são princípios e caminhos que você tem ou não que seguir.

É importante reunir os insights, que no caso da Viviane foram despertados na imersão, revisar o material e começar a testar.

Paralelo a isso, é essencial observar que outros empreendedores estão fazendo.

Hoje em dia, especialmente as mulheres, estão performando muito em redes sociais na contabilidade, e isso deve ser explorado. Por mais que haja vergonha, grave vídeos, poste conteúdos e aprenda a lidar com isso, a Viviane está se esforçando neste aspecto e tendo resultados.

A importância da comunicação

A Viviane afirma que ainda não tem clareza de quem é seu público e que ainda não conseguiu nichar seus serviços. Ela tem algumas ideias, de alguns clientes que ela já trabalha no momento, mas ela não consegue atender um público específico.

No caso do marketing, a comunicação deve ser direcionada, se produzir conteúdo sem segmentação, dificilmente vai tocar o público, tudo fica muito vago.

Se na comunicação atingir um público muito amplo, a mensagem perde o efeito, pois, a pessoa não terá a sensação de que você está falando para ela.

Você precisa direcionar testes de comunicação para um público específico, assim vai entender o que está performando e visualizar claramente o processo de construção de autoridade.

Deixando claro que não é pelo simples fato de criar uma página na internet, produzir alguns vídeos e alguns conteúdos sobre um tema que você é especialista, muito menos que isso vai servir para o seu público te identificar como autoridade.

imagem de pessoa gravando vídeo
Criar autoridade é um processo longo e trabalhoso

Empreender dá muito trabalho, e é preciso “pagar o preço” que não tem data certa para retorno.

Os empreendedores estão, de modo geral, com ânsia de aprender, com o seu tempo “livre”, o empreendedor acaba consumindo muito conteúdo, isso é ótimo, mas tenha cuidado.

Muita gente consome muito conteúdo e nunca está “pronto“ para a ação.

Se você ficar buscando o momento certo, quando se sinta de fato pronto, ele provavelmente nunca vai chegar.

O empreendedor sempre vai achar que está faltando alguma coisa, e isso acaba paralisando, então, se sentir que não está preparado, prepare sua ação assim mesmo.

Siga em frente, coloque a “cara a tapa” e teste coisas, assim poderá ver qual a resposta do público e a partir desse feedback você se prepara novamente.

Colocando o plano de ação

Só depois de executar uma ação que vai entender o que dá ou não certo, depois disso, pode buscar complementos para dar os próximos passos.

Seria muito presunçoso da minha parte, acreditar que ao colocar meus alunos em contato com tudo o que é preciso saber para desenvolver o marketing contábil, em dois dias de imersão.

No nosso curso, você sai com direcionamento, uma luz apontando como começar e onde pode buscar os próximos passos de conhecimento.

Quando se trata de marketing, não podemos parar de estudar nunca, e mesmo quem vivencia isso o dia todo, como eu, não pode parar.

Quem está começando deve estudar muito, mas deve estudar a medida do que precisar, você não precisa estudar o tempo todo o marketing como um todo. Em um primeiro momento, pode ser que só precise se aprofundar em duas ou três coisas.

Não adianta investir o seu tempo consumindo conteúdo o tempo todo sem colocar em prática, isso vai te paralisar.

Comece a testar e investir em conteúdo que complemente o que de fato precisa, detalhes sobre o que aplicar no que está trazendo resultados.

Você aprende muito mais na prática, com tentativa e erro, do que na teoria.

Deixe um comentário

  Inscreva-se  
Notificação de
WhatsApp chat
Telegram