Saiba como é a jornada do empreendedor contábil que se encontra na fase inicial e busca por resultados efetivos no seu negócio. Confira quais são os 4 aspectos para ter sucesso e a importância de ter trilhas básicas de conhecimento.

A JORNADA DO EMPREENDEDOR CONTÁBIL DE SUCESSO

Estive com Edilson da CF Contabilidade produzindo um conteúdo especial para você empreendedor.

Neste conteúdo vamos falar sobre a jornada do empreendedor e as questões que envolvem esse tema.

Será que existem alguns segredos para ser um empreendedor contábil de sucesso?

Existem fatores que vão fazer a diferença na vida do novo empreendedor?

Existe de fato uma longa jornada de aprendizado para quem está empreendendo na contabilidade, isso não podemos negar!

Todo negócio começa na esfera técnica, depois de abrir um negócio com embasamento técnico o empreendedor tem que desenvolver a parte de gestão.

Em um segundo grau de maturidade, é preciso gerir pessoas, dados financeiros, estratégia e depois disso que ele vai para um grau de visão mais expansivo, que dará a ele a visão de futuro.

Na jornada contábil muitas vezes a prática do dia a dia é que faz a diferença, mas todo empresário que quer se tornar um empreendedor de sucesso, tem que passar por alguns níveis e ter o conhecimento básico de alguns pontos dessa jornada.

Desafios iniciais do jovem empreendedor

Muitos empreendedores que começaram a sua jornada agora, tem a falsa ilusão que vão entrar no mercado contábil performando alto – vendo algumas empresas contábeis que já estão no mercado – mas existe um longo caminho por trás de cada empreendedor de sucesso.

Você não vai construir um negócio de sucesso em seis meses, trata-se de uma construção constante. A jornada do empreendedor requer dedicação, resiliência, persistência e não há como ser mais rápido que o tempo.

imagem que represente reunião entre colaboradores
Todo negócio precisa de um tempo de amadurecimento e construção

É claro que é possível encurtar esse tempo, mas empreender nunca será como um “passe de mágica”.

Antes era um pouco mais “fácil” empreender, isso porque o empreendedor de 30 anos atrás tinha uma concorrência muito menor do que temos hoje, além disso, hoje temos outros fatores como lucratividade e a própria questão fiscal que acaba dificultando o processo.

Relacionamento com o cliente

O contador tem que entender que a sua jornada de aprendizado vai ser longa, ele precisa se dedicar e ampliar o leque de relacionamento.

Em uma venda de serviços você não pode abrir mão – principalmente serviço de valor agregado e que requer confiança – do relacionamento.

O conceito de relacionamento com o cliente mudou, hoje é muito amplo.

Se você quiser ter um negócio da área de serviços deve estar disposto a se relacionar.

imagem que represente relacionamento entre profissional contábil e cliente
O relacionamento é o pilar de qualquer negócio contábil que quer evoluir

Que tipos de conceito o empreendedor tem que dominar na contabilidade, para que possa ter resultados?

O empreendedor contábil que está começando tem uma carência de informações práticas, e isso faz com que ele acredite que não vai conseguir ter um bate-papo legal com o empresário e ele acaba se omitindo nos relacionamentos.

Ele não tem segurança em se expor como um contador, como dono de uma empresa contábil e ele precisa ter trilhas de conhecimento básicas para que ele não fique com esse medo.

Tributação

A primeira e maior dificuldade que todo empreendedor acaba enfrentando está relacionada com a questão da tributação.

Ele tem dúvidas sobre como emitir uma nota, qual a carga mais adequada para aquele produto que ele vende, qual a melhor metodologia de ofertar o produto para o mercado e etc.

É tudo muito complexo e você tem que entender basicamente essa tributação porque é importante gerar segurança nessa questão e esclarecer as dúvidas do seu cliente.

Por isso é tão importante segmentar, só assim consegue focar na tributação e estudar. Quando seu cliente surgir com uma dúvida, será muito mais simples auxiliá-lo.

Escolher segmento com sinergia

Para estudar um negócio procure ter sinergia com ele.

Quando você produzir um conteúdo ou falar com um cliente, normalmente, do outro lado terá uma pessoa que conhece muito menos do que você sobre o tema, mesmo falando sobre coisas elementares no geral.

Portanto, dominar esse conhecimento básico da parte tributária é simples para quem tem uma formação contábil e isso vai passar muito mais segurança para o cliente.

Conhecimento básico de finanças

O segundo conceito trata justamente sobre o assunto de finanças, às vezes o seu cliente não precisa nem ter um software ou uma estrutura de ERP contábil para trabalhar, mas ele precisa ter o básico da categorização do que entra e sai de recursos da empresa dele.

Você não pode inserir coisas complexas na operação do seu cliente, como um software, de uma hora para outra. Ele tem que se apropriar disso, caso contrário isso vai ser ruim, trata-se de um processo de educação.

imagem que representa explicação sobre financeiro para cliente
Aos poucos ele vai entender os primeiros passos, podendo partir para passos maiores

Trabalhando a parte financeira básica você já vai avançar e ser autoridade com aquele cliente.

Atualmente, 90% do problema das empresas ainda é com a questão financeira básica.

A partir do momento que você educa o seu cliente, o seu trabalho com relação a gestão financeira se une a parte contábil e nunca mais é desassociado, você começa de fato a entregar valor. Deste modo, o seu negócio vai se diferenciar.

Responsabilidade na gestão de pessoas

Outro problema comum que os empresários enfrentam são com os colaboradores  e ele não entende que por trás disso há um único culpado: o próprio empreendedor.

O responsável por contratar, oferecer um aumento ou mandar alguém embora – ele é quem forma esse time de colaboradores “ruins”.

Isso acontece porque a maioria dos empresários não têm noção de como fazer o processo de gestão de pessoas.

É difícil lidar com pessoas e com a execução do trabalho como um todo, existe uma carência muito grande de conhecimento nessa área.

É importante, desde o começo, desenhar processualmente cada área da empresa, o que cada colaborador faz e entrega.

Quando ocorre um erro é importante observar: será que o erro é o colaborador ou do empresário que não tem um processo desde o fechamento do contrato até a entrega?

Tudo isso está ligado a gestão de pessoas!

Somente com um método de recrutamento correto, alinhado às ações que cada um vai executar, terá sucesso. A partir do momento que você começa a dar clareza a isso, tudo volta para você como benefício.

Um dos grandes segredos da Tactus Contabilidade foi conseguir encontrar pessoas melhores naquilo que elas fazem.

imagem que represente parceria entre pessoas
É preciso ter parceiros estratégicos para cada área de negócio

Além disso, o empreendedor tem que estar com o mindset de formar as pessoas.

Desde o primeiro profissional que for contratar você deve escolher muito bem, para que haja margem de aperfeiçoamento.

É completamente possível criar um time, mesmo com uma empresa contábil pequena.

Conforme um negócio vai crescendo, é preciso formar pessoas para evoluir, caso contrário, não consegue partir para um próximo nível.

Para conseguir subir na sua jornada, precisa de pessoas que possam “ocupar os degraus” na escada por onde você passou.

Mesmo com uma empresa altamente escalável, você precisa de pessoas.

Se você é contador e tem medo de passar conhecimento para as pessoas a sua volta, dificilmente o seu negócio vai durar.

Sem pessoas o seu negócio não vai crescer e não terá tração, neste caso a culpa não é da concorrência, é sua, porque tem uma mentalidade fechada.

Estratégia, inovação e vendas

Todo empresário tem dificuldade de criar uma estratégia legal, inovar o seu negócio, se desenvolver e vender.

Portanto, é importante entender como desenhar isso e fazer um plano de ação.

Você como contador pode ajudar o seu cliente a se posicionar ou reposicionar o preço do produto dele no mercado.

Você ou um parceiro tem que entender sobre o básico de tráfego e marketing digital.

Uma inovação nada mais é que fazer o que já é feito hoje de forma mais eficiente, e as vezes no seu cliente você precisa só mapear o processo. Com isso será possível estudar as falhas do processo, aplicar a solução e inovar.

Ao falar de estratégia, inovação e vendas você precisa saber o básico para ajudar seu cliente dar seus primeiros passos e tracionar.

Faz uma diferença, sob o ponto de vista de ganhar o cliente, quando você conhece a operação dele e traz soluções reais.

Cada vez é mais importante entender de um segmento específico.

Tudo começa na segmentação, pois só assim vai entender melhor a fundo de um mercado, ninguém é bom em tudo: especialize-se.

Entender do nicho te dará a visão estratégica de como funciona determinada operação, ajuda na inovação e a melhorar o negócio dar opiniões com autoridade para melhorar o planejamento tributário, por exemplo.

Hoje o contador tem uma facilidade muito grande de relacionamento com os clientes, pois ele já trata muita coisa sensível do dia a dia deles.

Ocorre esse aumento do nível de confiança e isso avança à medida que você ajuda o cliente.

Se conseguir ajudar o seu cliente:

  • Tributos;
  • Gestão Financeira Básica;
  • Gerir melhor as pessoas que ele está contratando – preparando para crescer a empresa dele;
  • Estratégias e Vendas.

Com certeza você será uma figura muito importante dentro da empresa dele e vale a pena focar nisso!

Uma venda de serviços depende de relacionamento e de autoridade.

O cliente tem que ver que você conhece o que está vendendo, se não unir esses dois pontos será muito difícil fazer a conversão de clientes.

imagem que represente pessoa concentrada em montar estratégia
Entender esses pilares requer muita dedicação e isso não é um processo rápido

Você tem que estar muito bem preparado para abrir um negócio contábil e vir com a bagagem desses fundamentos ou com uma boa bagagem financeira, para suportar uma demora na tração do seu negócio.

Jornada de aprendizado

Na CF Contabilidade eles têm a parte de franquias e naturalmente lidam com essas pessoas que estão em um processo muito inicial.

A maioria dos franqueados que eles absorvem estão começando o processo de negócio, com tração zero e acabam tendo uma jornada de aprendizado na empresa para fazer tração.

A CF Contabilidade sempre aconselha que seus franqueados se dediquem a estudar os pilares, dentro de um programa de capacitação de franqueados que dura 3 meses.

O programa começa no planejamento, demonstrando a importância de ter clareza nas ações.

No planejamento ele parte para área comercial para entender o que ele quer fazer do negócio dele. É trabalhado como escolher o segmento correto, como fazer a atração do segmento, venda e reunião e como ele vai precificar o negócio.

Eles trabalham também as ferramentas, marketing, geração de propostas e gestão de tarefas.

O franqueado passa por essas trilhas de conhecimento:

  • Tributário;
  • Finanças;
  • Gestão de pessoas ;
  • Inovação e estratégia.

Aspecto determinante para o sucesso

Qual aspecto seria determinante para o sucesso desse novo empreendedor e qual poderia atrapalhar de vez o seu sucesso?

O aspecto determinante seria criar mais relacionamento, o empreendedor precisa disso.

Entenda que o relacionamento enche o seu funil, não é no “primeiro encontro” que vai sair com uma venda, mas você tem que encher um funil de relacionamentos para daí saírem suas conversões de clientes.

É muito importante escolher a melhor forma do seu cliente se relacionar com você e entender qual conteúdo vai atrair de forma mais efetiva o seu lead.

imagem que represente levantada de mão
Quanto mais oportunidades gerar, maiores são as chances de conversão em vendas

Se for é uma pessoa que constrói bem esses pontos, tem tudo para dar certo!

O que pode atrapalhar o seu sucesso é acreditar que tudo na vida é fácil.

Nada na vida acontece por um passe de mágica, melhor seria, mas não é assim.

Nada adianta fazer uma imersão com a Tactus Contabilidade, por exemplo, cheia de conteúdo de qualidade e não aplicar nada. Você precisa agir!

Para que as coisas aconteçam, precisa tomar iniciativa e caminhar em direção ao sucesso.

Se não agir, demorar para tomar decisão ou tiver dificuldade de se relacionar com outros terá dificuldades de empreender.

A contabilidade é um dos motores propulsores da economia do nosso País e ela pode melhorar a vida das pessoas e empresas, gerando mais empregos, mais renda e melhorando todo o ecossistema social.

A jornada do empreendedor é muito importante e pode determinar o sucesso de um negócio.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Inscreva-se
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

CADASTRE-SE E RECEBA

E-book Marketing Contábil 2.0 e o E-book 41 Técnicas de Negociação para Contadores