Saiba como a Marta Giove foi responsável por construir um processo para alavancar o crescimento da sua empresa.

ESTRATÉGIA DE MARKETING COM RESULTADOS DO GRUPO DPG

Em meu podcast estive com a Marta Giove, que é diretora comercial e financeira do Grupo DPG e falamos sobre estratégias, negócios contábeis e sobre a vida.

Desfrute desse conteúdo que preparamos, e se desejar acompanhar, disponibilizamos o formato de áudio acima. Vamos nessa?

Site para escritório contábil não é tudo

Quando o assunto é site contábil, a Marta é uma grande referência! Muita gente imagina que quando se fala de marketing contábil e site contábil podem pensar que é a única coisa que existe, quando na verdade, é apenas um pedaço de um todo efetivo.

Nada é tão simples e muita gente acredita que basta colocar um site no ar, sentar na cadeira e assim irão surgir leads na sua base de contatos. Entenda que não é assim que funciona, o site é uma ferramenta meio, não é uma ferramenta fim.

Existem muitas estratégias por trás de um site, ele é apenas a base.

Conheci a Marta Giove há um tempo, ela era vendedora de boletim informativo e já tinha uma empresa. Na época comprei com eles, mas conversei com ela pela primeira vez durante um evento.

imagem que represente Marta e Alex do Grupo DPG
A Marta e o Alex do Grupo DPG são de vendas

No ano de 2008, eles começaram a fazer site para a carteira de clientes em razão da demanda, isso ainda na empresa de representação.

Em 2010 essa empresa foi vendida e eles mudaram o foco e começaram a investir na questão dos sites.

O que eles conheciam de marketing contábil era o que ouviam por mim. Portanto, começaram em 2008 e em 2010 tinham 150 clientes de site contábil.

Eles tinham desenvolvedores lá dentro e começaram a partir para o wordpress para a DPG no ano de 2015, justamente no “boom do marketing digital”.

Marta diz que o Marketing tem que ser trabalhado 360º graus e hoje eles entendem isso.

Uma grande vantagem é que eles já tinham um relacionamento interessante com o marcado por serem representantes.

Muita coisa aconteceu, erraram e acertaram muito e hoje já tem uma “receita pronta” e as coisas estão caminhando.

Com sua experiência, eles estão entregando conteúdo desde 2014, mas efetivamente criando sites a partir de 2016.

Experiência profissional

Marta foi vendedora durante a vida toda, com apenas 8 anos de idade ela cuidava da barraca do pai na Praça da Sé e seu primeiro emprego como CLT foi de telemarketing, e ela se encontrou nisso.

Logo depois montaram a DPG, atualmente existente no mercado há 18 anos.

Antes o site tinha objetivo institucional, onde era usada a linguagem HTML e hoje utiliza-se o wordpress na maior parte dos casos.

Evolução de processos

Com o passar dos anos, o processo mudou muito, foi necessária uma grande adaptação para fazer o trabalho para os contadores.

A grande mudança aconteceu quando a Contabilizei chegou e mudou o jogo.

Antes o foco era ter um site para o cliente acessar a área restrita e acabar com a questão do documento e quando a Contabilizei chegou – dando um boom no mercado – todos ficaram um pouco “apavorados”.

O contador começou a fazer essa virada no site a partir do momento que se viu perdendo clientes para as contabilidades online.

Começou a surgir no mercado essa questão: o contador nunca se sentiu uma empresa, mas hoje isso está mudando.

Hoje eles estão percebendo outras coisas, principalmente passando a entender a importância do marketing contábil.

O Grupo DPG entendeu que se não fizesse essa virada realizando ajustes e ajuda para seus clientes, de alguma forma não sobreviveria.

Antes a empresa era a personificação do contador, existiam as marcas contábeis mas era muito menos relevante que hoje.

Hoje temos a figura da marca e o contador acaba sendo menos relevante que a própria marca.

Como se destacar no mercado de contabilidade

Hoje a Marta acredita em tribos, ou seja, que o contador irá fazer um trabalho e que as pessoas farão parte dessa tribo.

As pessoas associam a sua marca a pessoas diferentes do seu negócio,entenda que pessoas compram de pessoas.

Contabilidade é um bom negócio sim!
Somente no estado de SP existem mais de 3 milhões de empresas (excluindo os MEI’s), e temos cerca de 80 mil escritórios de contabilidade, isso significa que na questão de concorrência, é possível pensarmos em clientes para todos.

O que esses contadores estão fazendo para chamar a atenção dessas empresas?
O problema das pessoas é que elas são extremamente imediatistas e não entendem que existe uma jornada do consumidor por trás dos resultados, ou seja, não é porque você começou a postar hoje que os resultados virão amanhã.

Todo esforço que empreendedores fazem para ter seu negócio

O que fica como pergunta é o quanto o contador está disposto a sacrificar para fazer a empresa dele crescer?

As pessoas não estão tão dispostas a sacrificar a vida pessoal, por exemplo, para investir no negócio e se dedicar ao negócio.

Esse foi um sacrifício que tanto eu quanto a Marta fizemos por muito tempo.

O contador tem que entender que precisa ser o maior influenciador da sua marca contábil e assumir o papel do protagonista da marca.

imagem que represente pessoa desistindo
Quando não assume esse papel, está deixando oportunidades na mesa

As pessoas se conectam com pessoas, se não fizer esse trabalho perde oportunidades.

Não podemos esquecer de buscar o autodesenvolvimento sempre e de praticar a quebra de crenças limitantes. Isto porque se você não romper o medo e buscar seu desenvolvimento não chegará a lugar algum.

No mercado contábil vemos que as pessoas acabam investindo mais na Pessoa Física do que no seu negócio.

Crescer tem um preço

Quem está crescendo é porque está investindo e pagando o preço. Crescer demanda muito investimento e apesar de nem todo mundo precisar crescer na mesma proporção, é preciso buscar esse crescimento.

Vemos no mercado que algumas empresas de contabilidade ficaram pobres, isso porque seus fundadores optaram por uma “vida boa”.

Mas esse negócio que empobreceu não vai mais sustentar essa vida ou não será rentável o suficiente, pois o mercado evolui numa proporção atualmente que exige muito mais tecnologia, ferramentas de trabalho e etc.

Hoje tudo mudou, antes era muito mais simples conseguir um posicionamento orgânico, hoje é impossível.

É importante demais fazer conteúdo, porém, é preciso investir para chegar lá e infelizmente a maioria dos brasileiros só fazem, não tem estratégia de marketing  e não fazem planejamento.

Aposte no marketing e construa relacionamento

Apesar de existir uma crença de que marketing qualquer um faz, nem de longe isso é verdade.

No marketing não existe rotina, portanto, quando você não consegue entender que está diante de um cenário muito imprevisível, corre o risco de ficar frustrado(a) e é essencial ter equilíbrio emocional.

É muito importante nesse mercado “trocar figurinhas”, ou seja, a troca de informações com pessoas que querem chegar ao mesmo lugar que você.

As empresa são diferentes e mesmo que sigam as mesmas ações, sempre vão te levar a resultados diferentes.

O mercado muda diariamente, existem coisas que não adianta procurar explicações, mas sim aceitar o fato que precisam passar por processos de mudança.

Nada acontece por acaso em lugar algum, é claro que às vezes você pode contar com a sorte quando acerta em uma estratégia ou estando no lugar certo e no momento certo. Mas as coisas só duram se houver comunicação, conseguindo olhar para o outro e essencialmente fazer a sua parte.

Sempre vamos ter divergências e elas são essenciais para que as coisas funcionem.

É importante ter a capacidade de aceitar a opinião dos outros.

Vire a chave de sucesso do seu negócio

Quem gera conteúdo, tem que consumir muito conteúdo. Portanto é preciso ter um bom planejamento e entender de pessoas porque não adianta contratar um profissional exímio, se como gestor não souber lidar com pessoas.

Para vender você tem que se expor e não ter medo.

Só vai conseguir virar o jogo se virar a sua mentalidade e tendo uma mentalidade positiva.
Os problemas vão acontecer, acontecem com todos, mas é preciso respirar fundo e continuar.

O importante é estar sempre em movimento e não se deixar desanimar por problemas.

Nossa convidada Marta diz que já errou muito e em muitos aspectos e hoje procura se “tratar” para todos eles, isto porque para empreender e ser uma pessoa melhor de modo geral.

Para ter uma visão de negócios é preciso estudar e aplicar seus conhecimentos. É preciso entender que você não vai agradar todo mundo, aliás, ninguém vai.

Aprenda a lidar com as críticas para que elas não te desestimulem.

Tudo faz parte do jogo e você precisa estar disposto(a) a jogar!

Estratégia de marketing com resultados do Grupo DPG

Se você gostou desse artigo, deixe seu comentário para nós a seguir e compartilhe o conteúdo para que mais pessoas tenham acesso à informação.

0 0 votes
Avaliação do artigo
Inscreva-se
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

CADASTRE-SE E RECEBA

E-book Marketing Contábil 2.0 e o E-book 41 Técnicas de Negociação para Contadores