CONTADOR E CARREIRA PARALELA DENTRO DA CONTABILIDADE

Você é profissional contábil e deseja atuar como palestrante, professor ou influenciador dentro do mercado contábil?

O número de profissionais que têm feito um trabalho paralelo a sua atividade contábil ou a sua empresa contábil, tem crescido nos últimos anos.

Vou dar algumas dicas práticas, baseado na minha experiência de atuar paralelamente no mercado contábil há muito tempo, que podem te ajudar muito nessa situação.

Qual o sentido do seu negócio?

Mas o objetivo de criar um produto para lançar no mercado contábil deve ser grande, muito maior do que somente satisfazer o seu ego de estar em um palco, pois isso não se sustenta.

Depois que você faz meia dúzia de palestras, se não tiver um propósito, isso se torna cansativo e desestimulante.

E eu posso dizer isso porque viajo pelo Brasil todo, já palestrei em todas as capitais do País e realmente o processo é super cansativo, mas eu sempre me apego ao meu propósito, que eu tenho claro no mercado contábil que é: disseminar informações, ajudar empreendedores e fazer com que outros profissionais cheguem a outro nível.

E paralelo a esse propósito, eu tenho um negócio contábil de sucesso, esse é um fator que você deve considerar.

Para ter relevância e fazer o negócio de fato acontecer, criando um processo de sustentabilidade, precisa ter um outro negócio de fato.

imagem que represente pessoa fazendo sinal positivo, sorrindo
É preciso ter uma empresa voltada à área de treinamento, consultoria, precisa ter uma estrutura para atender

Hoje fazer um processo de influência não é pura e simplesmente mostrar o que você faz sozinho, tem muita coisa relevante por trás desse contexto.

Eu vejo que os maiores influenciadores, que conseguiram crescer nos últimos anos, de fato montaram essa estrutura.

Contrataram pessoas, terceirizaram serviços, se associaram a marcas que deram apoios neste sentido e isso faz uma grande diferença.

Mas à medida que você monta esse outro negócio paralelo, você precisa considerar um fator significativo: o seu negócio principal vai ser afetado.

Não cometa esse erro

Eu percebo um erro muito clássico dentro da atividade contábil em relação a isso, muitos profissionais saem “da sua mesa” do dia a dia e indo para o palco sem ter o seu negócio estruturado.

Ou sem que o seu negócio contábil esteja num estágio mais avançado.

imagem que represente degraus, crescimento
O processo inicial conhecido como “early stage” é o começo da sua empresa contábil

Existem estágios de negócio quando você está começando sua empresa contábil, se começar a lançar cursos para o mercado contábil ou palestras, começa a mudar o foco para influenciar o mercado contábil, sendo que ainda nem criou o seu próprio case.

Isso é um erro, se nem estruturou o seu negócio e não venceu as fases iniciais e desafiadoras do início, não faz sentido algum querer influenciar alguém.

Esse outro negócio pode ser promissor, mas ainda é muito incerto, e o seu negócio principal é algo muito mais certo, que também é promissor.

Se num momento inicial você dividir o seu foco, acabará perdendo espaço e não vai conseguir levar nenhum dos negócios como deveria.

Eu faço isso há mais de 10 anos, tenho negócios paralelos ao meu negócio contábil, tenho que confessar a vocês que durante um tempo, eu tive problemas no meu negócio principal, porque eu estava muito mais focado no meu negócio de educação.

Então paguei um preço por isso. Não estava cumprindo a minha função que eu deveria cumprir na minha atividade principal,  e quase levei a minha empresa à falência.

Eu tenho um negócio de educação muito bem estruturado hoje que contempla:

Mas eu consegui criar uma estrutura para me ajudar nesse processo todo, e em nenhum momento eu deixo as minhas entregas de lado dentro do meu negócio contábil.

Esse é um fator relevante.

Se eu deixar as minhas entregas de lado, em razão do negócio de educação, vou prejudicar o meu negócio contábil que traciona muito, exige muito da minha parte estratégica, meu processo decisório e análises. Existe muita coisa que eu faço que ainda não tenho condições de terceirizar.

E eu tive que aprender a dizer muitos “nãos” nesse caminho, para que eu pudesse me dedicar ao meu negócio.

Pessoas se conectam com pessoas

Você não pode dar atenção para um dos seus negócios e abandonar o outro.

O mercado contábil vai tirar muito proveito do processo de influenciadores, quando esses influenciadores empreendem de fato e fazem a coisa acontecer, eles têm algo muito relevante a contribuir para o mercado contábil.

E o que você deve entender é que não dá para levar para o mercado contábil pura e simplesmente uma historinha.

As pessoas querem algo real, elas querem resultados reais.

Se você quer fazer um trabalho dentro do mercado contábil, compartilhe um resultado real.

O mercado contábil não quer comprar o fracasso, mas ele entende que existe e isso é parte de um jogo humano de lidar com os problemas.

Ter uma empresa contábil não é brincadeira

O mercado precisa de cases que vão agregar valor e mostrar na prática como ter resultados.

imagem que represente Anderson Hernandes e cliente
Nós só falamos e passamos para nossos alunos o que já executamos com sucesso e somos referência

É importante que você compartilhe o que sabe fazer e o que já fez.

Determine algo que você faz bem, entenda o quanto isso é relevante para o mercado contábil somente depois, ofereça a um público.

Existem vários assuntos que nossos alunos têm demanda de aprender, mas eu não falo sobre o que não sou especialista, e para suprir essa necessidade, criei uma rede de parceiros que fala.

Nós criamos juntos a comunidade de marketing e vendas, e eu levei pessoas que podem falar com propriedade sobre aquilo.

A longo prazo, existe um processo de construção de imagem, e essa construção no mercado implica em analisar muitos fatores como: que tipo de parcerias você tem. Quando você coloca o seu nome vinculado a uma marca, analise o quanto essa marca efetivamente é relevante. Eu estou alinhado com o que os meus parceiros produzem.

O Marketing Contábil Summit, por exemplo, nasceu com o propósito de ser o maior evento de marketing no Brasil e só sobe no palco quem teve resultados reais.

Seja a pessoa palestrante, influenciador, empreendedor do mercado contábil ou fora do mercado contábil, o objetivo é ter uma entrega real de conteúdo.

imagem que represente o evento marketing summit 20
Trouxemos na primeira edição, quem efetivamente deu resultados, muita gente que realmente mostrou o seu case no evento e isso agregou muito valor

O mercado contábil carece de informações práticas!

Em nenhum momento eu quero te desanimar de fazer um processo de influência, de ser professor ou palestrante, escrever um livro, gravar vídeos ou qualquer coisa que ache relevante.

Mas, você precisa entender claramente o que é que vai entregar de valor real para o mercado contábil, ele não precisa de história, precisa de pessoas que fazem acontecer.

E pessoas que podem contribuir com a sua experiência.

Você precisa ter um propósito claro, se apegar ao seu foco, além de criar um posicionamento.

Não se deixe atrair pelo palco, só pelo seu ego e não deixe o seu negócio contábil sem antes pensar nesse aspecto.

E mesmo atuando com outras vias, não abandone o seu negócio! Eu já cometi esse erro, a responsabilidade do seu negócio é sua.

Não permita que o seu trabalho paralelo no mercado contábil te atrapalhe na sua função dentro da sua empresa contábil.

O mercado contábil precisa de pessoas que podem contribuir, mas considere os pontos acima antes de se arriscar.

0 0 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notificação de
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
WhatsApp chat